quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Martha Medeiros



Martha Medeiros nascida em 20 de agosto de 1961 é gaúcha de Porto Alegre, onde reside desde que nasceu. Fez sua carreira profissional na área de Propaganda e Publicidade, tenho trabalhado como redatora e diretora de criação em vária agências daquela cidade. Em 1993, a literatura fez com que a autora, que nessa ocasião já tinha publicado três livros, deixasse de lado essa carreira e se mudasse para Santiago do Chile, onde ficou por oito meses apenas escrevendo poesia.

Saiba mais em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Martha_Medeiros

*************************************************************************************

" Quero saber, entre todas aquelas que eu sou, quem é a chefe, quem manda dentro de mim."

*************************************************************************************

"O tempo não cura tudo. Aliás, o tempo não cura nada, o tempo apenas tira o incurável do centro das atenções."

*************************************************************************************

"Há homens que têm patroa.
Há homens que têm mulher.
E há mulheres que escolhem o que querem ser."

*************************************************************************************

"Vamos deixar para sofrer pelo que é realmente trágico, e não por aquilo que é apenas um incômodo, senão fica impraticável atravessar os dias"

[Coisas da Vida-A importância de perder peso-pág 170]

*************************************************************************************

“Trabalhe como se você não precisasse do dinheiro,
Ame como se você nunca tivesse sido magoado, e dance como
se ninguém estivesse te observando.”

*************************************************************************************

"O único silêncio que perturba,é aquele que fala. E fala alto. É quando ninguém bate à nossa porta,não há emails na caixa de entrada, não há recados na secretária eletrônica e, mesmo assim, você entende a mensagem."

*************************************************************************************

"Faço menos planos e cultivo menos recordações. Não guardo muitos papéis, nem adianto muito o serviço. Movimento-me num espaço cujo tamanho me serve, alcanço seus limites com as mãos, é nele que me instalo e vivo com a integridade possível. Canso menos, me divirto mais, e não perco a fé por constatar o óbvio: tudo é provisório, inclusive nós."

*************************************************************************************

"meu sumiço é covarde mas atento, meio fajuto meio autêntico, sumi porque
sumir é um jogo de paciência, ausentar-se é risco e sapiência,
pareço desinteressado, mas sumi para estar para sempre do seu
lado, a saudade fará mais por nós dois que nosso amor e sua
desajeitada e irrefletida permanência."

*************************************************************************************

"A todos trato muito bem
sou cordial, educada, quase sensata,
mas nada me dá mais prazer
do que ser persona non grata
expulsa do paraiso
uma mulher sem juízo, que não se comove com nada
cruel e refinada
que não merece ir pro céu, uma vilã de novela
mas bela, e até mesmo culta
estranha, com tantos amigos
e amada, bem vestida e respeitada
aqui entre nós
melhor que ser boazinha é não poder ser imitada."

*************************************************************************************

“Tristeza é quando chove
quando está calor demais
quando o corpo dói
e os olhos pesam
tristeza é quando se dorme pouco
quando a voz sai fraca
quando as palavras cessam
e o corpo desobedece
tristeza é quando não se acha graça
quando não se sente fome
quando qualquer bobagem
nos faz chorar
tristeza é quando parece
que não vai acabar”

*************************************************************************************

"QUEM MORRE?


Morre lentamente
Quem não viaja,
Quem não lê,
Quem não ouve música,
Quem não encontra graça em si mesmo

Morre lentamente
Quem destrói seu amor próprio,
Quem não se deixa ajudar.

Morre lentamente
Quem se transforma em escravo do hábito
Repetindo todos os dias os mesmos trajeto,
Quem não muda de marca,
Não se arrisca a vestir uma nova cor ou
Não conversa com quem não conhece.

Morre lentamente
Quem evita uma paixão e seu redemoinho de emoções, Justamente as que resgatam o brilho dos
Olhos e os corações aos tropeços.

Morre lentamente
Quem não vira a mesa quando está infeliz
Com o seu trabalho, ou amor,
Quem não arrisca o certo pelo incerto
Para ir atrás de um sonho,
Quem não se permite, pelo menos uma vez na vida, Fugir dos conselhos sensatos...

Viva hoje !
Arrisque hoje !
Faça hoje !
Não se deixe morrer lentamente!"

*************************************************************************************

13 comentários:

wanessa stolze disse...

ólá tava olhando seu blog... muito intereçante eu tbm curto martha medeiros.... ta lindo seu blog, vou te seguir!!!
dá uma olhada no meu dps
ótima semana p/ vc...
beijooos

Anônimo disse...

ola Martha... vc é realmente uma mulher iluminada. Um ser especial. adoro seus textos. Trazem um tremendo "insight" de alguem que entende o que realmente acontece na vida das pessoas normais. Obrigado

Rita disse...

sou sua fã incondicional...te desejo muito mais sucesso.

Maria Aparecida disse...

Estou encantanda com os textos da Martha Medeiros, ela me lembra o grande Mário Quintana, o poeta das coisas simples....

Anônimo disse...

oi Martha,parabèns por tudo que você escreve de bom para esse mundo tâo complicado e pertubado .porque ningèm sabe quem è quem mas,estâo sempre infernizando alguèm .continue,você è òtima.abraço de irmão e paz no seu coraçâo .De anonimo de sete lagoas do clube dos opaleiros para Martha Medeiros .FUUUUUUUUUUUUUUUi. SL.05/11/10 :00:20

Selma disse...

Martha,participo de uma comunidade,onde me disseram que minha personalidade lembra a sua.Ai entrei por curiosidade,e encontrei um pedaço de mim em seus textos.Simplismente amei!Mas voce é muito mais que eu pensava.Parabéns,sou sua mais nova fã.

N@y// Fernandes disse...

Adorei tudo que ela escreve ,de frases a poemas.É como se eu me identificasse um pouquinho em cada uma das histórias contadas.Tbm gosto muito de escrver,escrevo em cada papelzinho que encontro,é como se nos retirasse algo de dentro.Algo que devemos transmitir aos outros.Matha vc está de Parabéns,é com eu sempre digo quem escreve salva vidas.E quem lê ganha vida,pois reflete,pensa,vive.Bjs!!!

Dulce disse...

Acredito que nao seja novidade que nos enquadramos em diferentes situações ja retratadas nos seus texto, de forma concisa, segura e sensivel vc sabe como adentrar e deixar seu aprendizado em nosso amago! Pois seus textos sao de uma leveza e de um conhecimento real incomparável. Parabéns e encantada com tudo que aprendi a partir dos seus texto! Abraço!

gal disse...

Adoro os poemas de Martha
me encontro em cada poema em cada palavra em cada frase..
Martha vc não só escreve com a alma mas tmb com o coração..
Parabéns pelas lindas palavras vc é demais..Glaucia Melo

Glaucia Melo disse...

Adoro os poemas de Martha
me encontro em cada poema em cada palavra em cada frase..
Martha vc não só escreve com a alma mas tmb com o coração..
Parabéns pelas lindas palavras vc é demais..Glaucia Melo

Ana disse...

Olá meu nome é Ana... etava procurando pensaamentos e uma amiga me falou sobre VC. Adorei parabens... bj

Anônimo disse...

Olá Martha ,
adorei seus comentários no programa da tv camara , vc me fez ter vontade de voltar a ler e querer sentir a poesia não só como leitura ,mas fazer poesia de todos os bons momentos da vida .... mais sucesso para ti ..... Bjs
Ricardo - SP

Cris Hallsr disse...

adorei seu blog, estava procurando informações sobre a Martha Medeiros pois andei lendo alumas frases dela e achei a minha cara, ai encontrei essa preciosidade de blog, parabéns JAL, vou passar sempre por aqui e ler tudo calmamente pra absorver coisas boas e ver se aprendo poesia, bj gde.